Translate

Posted by : Middle East Daily Filho December 18, 2011

Revolta popular na China. Uma aldeia ocupa as ruas e bloqueia o acesso das forças policiais. 100% da população sai para protestar contra corrupção política local. Este evento inédito já se tornou uma referência em movimentos populares no país.

Mapa de Wu Kan - Googlemaps
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 18 de Dezembro de 2011 - 09h07min.

Wucan é uma pequena aldeia a 700 Quilômetros de Wuchang, ao Norte do Mar da China. A região alagada que sobrevive do cultivo do arroz, tem cerca de 20 Mil habitantes e esta pequena população de agricultores  reclamou que vem perdendo espaço velozmente por causa de esquemas de corrupção no governo local, que tem favorecido a compra ilegal de áreas de plantio e a desapropriação das terras dos moradores da Aldeia, levando o progresso a cada vez mais sufocar a região.

Por causa dos crescentes protestos contra a redução da faixa de arrozais, a polícia foi até a aldeia e prendeu um manifestante, que veio a morrer no terceiro dia na prisão, de acordo com a Reuters/China Times, esta morte teria provocado uma grande revolta popular, ao ponto de as forças policiais sitiarem a região por completo.

Em resposta à opressão, Wukan se revoltou. 100% da população local interrompeu suas atividades e sentou nas praças e passou a fazer protestos diante do cordão de isolamento militar no entorno da aldeia.

Malcom More, o jornalista correspondente do jornal ucraniano "The Telegraph" desde 2008, disse na última quarta (dia 14) que a polícia abriu um inquérito para descobrir os líderes do movimento que levou 100% da população para as ruas, tornando este ato inédito no país de história milenar de repressão, que ainda é comunista tradicional.

Governo corre para perseguir os microblogs e isolar o país da internet,
principalmente das redes sociais - "Snapshot"
Opressão e bloqueio

Sitiada a aldeia parece só contar com o jornalista Malcom More para que o mundo tenha noção do que acontece na região e buscar meios de protegê-los.

Segundo a fonte, a liderança da revolta está por conta do Partido WuKan, mas disse que muitos membros da liderança do partido fugiram da aldeia, enquanto que a população literalmente ocupou a região e impediu o acesso da polícia. De acordo com fontes chinesas, a população de Wukan tem o controle total da área.

disse que em resposta, a polícia se retirou. recuou cerca de 3 quilômetros, optando pelo bloqueio dos acessos, impedindo a entrada de qualquer tipo de suprimento alimento ou água.  Malcom tweetou no dia 14/12 à noite que a população tem reservas de comida para pouco mais de 10 dias e destacou em uma matéria publicada pelo "The Telegraph" que a situação é de uma "revolta é aberta".


Ferramenta da revolução


Os chineses do "Movimento Xinhai de 19 de Novembro de 2011" têm utilizado as redes sociais que usam as tecnologias de "microblogs", a exemplo do tweeter para conversar via celular, uma vez que o governo chinês implantou uma série de bloqueios de acesso à internet, intensificou a vigilância e o controle das conversas pelas redes sociais, bem como a proibição de Facebook e Twiter e limitou o alcance da internet como um todo.

A "Aljazeera" disse que o microblog "Weibo Sina" tem sido uma grande dor de cabeça na vida do regime chinês, uma vez que o controle de trilhões de mensagens de 140 caracteres são enviados ao mesmo tempo, o controle e a fiscalização tornou-se quase impossível. Mas garante que de acordo com a conversa, o usuário destas ferramentas sociais podem ser "responsabilizados legalmente" por atos de incitação etc. Para este fim, a Aljazeera contou que o governo chinês anunciou um prazo máximo de 3 meses para que todos os usuários de microblogs mudem seis "apelidos" para "nomes reais", sujeito a penalidades, no caso de desobediência.

Há notícia de pelo menos 1 perfil de usuário da rede social "Weibo" foi deletado, por "promover a agitação popular local".

Visão popular chinesa


Por meio de diversos sites, depoimentos em artigos e microblogs, os chineses têm deixado transparecer suas opiniões com relação a ocupação popular de Wukan. Muitos acreditam que o caso é muito interessante e marcante, ao olhos da revolução chinesa, que só existe no sonho da juventude (por enquanto), mas eles dizem que este caso é isolado e apesar de influenciar e servir como referência, e até mesmo para estudar as reações militares, não haverá uma "contaminação nacional" de revolta.

Um internauta anônimo, acha que a revolução deveria "infectar" outras aldeias em protesto contra a corrupção e aumentar a força do movimento.

História de Isolamento

Historiadores lembram que a estratégia de isolar uma cidade chinesa e esperar que morra de fome e sede, foi utilizada pelas forças policias do governo chinês, o LPA (Exército Popular da Libertação) em 23 de Maio de 1948 na cidade de Changchun. Até o final do isolamento, mais de 150.000 corpos foram contados, de uma população de cerca de 300.000. Esta tática foi utilizada durante a guerra civil contra os nacionalistas chineses do partido KMT.


Video: Centro urbano de Wucan


Reportagem local em inglês.

Leave a Reply

Subscribe to Posts | Subscribe to Comments

Estatisticas

Searching this blog

Popular Post

Blog Archive

Facebook

Blog Humans by World Peoples

My photo

O BlogHumans é uma página de internet voltada para os direitos humanos internacionais, cada vez mais necessários nos atormentados dias de hoje. Escrito em vários idiomas, o BlogHumans é composto por diversos colaboradores internacionais. Ativistas, jornalistas e escritores defendem e lutam pelos direitos de todos os povos oprimidos no planeta.  Seja mais um a colaborar ativamente para a evolução deste importante trabalho para a manutenção da dignidasde da raça humana!
http://bloghumans.blogspot.com

Google+ Followers

Send to a Friend

Share |

Support Us, Please?

There was an error in this gadget

Country Counter

Followers

BlogHumans NGO. Powered by Blogger.

- Copyright © Middle East Daily -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -