Translate

Posted by : Middle East Daily Filho April 27, 2012

Dramática situação do ativista chinês Chen Guancheng que milita pela defesa dos direitos humanos em seu país. Agora procurado pelas autoridades chinesas, se for preso poderá ser condenado à morte, ou à prisão que poderá chegar a 10 anos! Sua família está sendo castigada por casa da sua fuga. Veja à seguir:

Chen Guancheng após fuga da prisão domiciliar - 27-04-2012 "Snapshot"
Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 27 de Abril de 2012 - 07h01 GMT-3

De acordo com ativistas dos direitos humanos chineses, destacando a jornalista e ativista Rachel Beitarie, Guancheng teve sua casa invadida por policiais, mas o rapaz (mesmo cego) conseguiu pular o muro e escapou da prisão. Ajudado por outros aldeões, o ativista está escondido do partido comunista em lugar confirmadamente seguro, mas seu pai foi preso em seu lugar e os móveis de sua casa destruídos. Agora seus demais familiares estão sendo perseguidos e atacados. Crianças, jovens e idosos estão pagando o preço da resistência de um único parente às regras abusivas do partido comunista chinês.

O fato que aconteceu ontem no vilarejo de Dongshigu. As autoridades chinesas incrementaram uma campanha de prisão de ativistas de Direitos Humanos e ativistas políticos, levando-os à prisão e consequentemente à pena de morte um grande número.

Fato

Momento de tensão quando a notícia começo a se espalhar, que a polícia estava fazendo buscas para prender Guancheng, mais conhecido pelas siglas "CGC".

Em conversa com um ativista chamado Chen Kengui (32), o escritor, blogueiro e ativista Yaxue Cao contou o que Chen lhe disse ao telefone que no início da manhã desta quinta-feira (26), um grande número de veículos não-oficiais invadiram a aldeia. A mãe de Chen kengui é cunhada de Chen Guansheng que afirmou ter ouvido os estranhos à paisana falando ao telefone que "CGC" havia desaparecido. Até então o acontecimento parecia isolado e longe da compreensão de familiares de "CGC" e aldeões vizinhos.

Kengui contou para Yaxue que se distraiu com as atividades do dia e se esqueceu do acontecido. Mas no fundo tinha a sensação de que algo ruim estava para acontecer. Kengui contou a seu amigo que perto da meia-noite um grupo de homens desconhecidos pulou os muros de sua casa. Os cadeados foram arrebentados e as portas arrombadas com chutes. Kengui, disse que ouviu quando sua mãe começou a chorar, foi quando deparou com um homem que reconheceu com sendo Zhang Jian, chefe do município de Shuanghou que controla a aldeia de Dongshigu, onde vive "CGC".

Kengui contou que ao reconhecer o funcionário do governo pegou duas facas de cozinha e saiu da casa. O Ativista Yaxue Cao disse que Kengui ouviu quando o chefe distrital gritou: "Olhe! Ele tem duas facas de cozinha! Prendam-no!" Kengui disse que não sabia quem eram os invasores e que estava disposto a se defender e à sua casa.Os invasores não apresentaram qualquer identificação, e ao receber a ordem de captura partiram para cima de Kengui para dominá-lo. O rapaz conta que recebeu vários golpes na cabeça com um pedaço de madeira bruta.

Logo em seguida partiu para cima dos agressores com as facas e eles fugiram. De acordo com o testemunho de Kengui, ele teria corrido atrás dos bandidos mas não conseguiu alcança-los. Em seguida fugiu e se escondeu em lugar onde ficasse seguro. Mas tarde ligou para a polícia e se entregou. Kengui disse que na casa deixou seu filho que estava de cama, com febre.

Kenghui disse que ficou sentando esperando a polícia chegar para prendê-lo. Não entende porque seu pai (54) teve que ser preso, mesmo sendo idoso e inocente e não podendo caminhar.

Chorando kengui conversou com o amigo Yaxue Cao que prometeu conseguir-lhe um advogado. Chen Kengui ainda desbafou:

"Eu sou inocente. Eu não peguei duas facas para sair matando pessoas, eles invadiram a minha casa! Espero que eu tenha direito perante a lei e que perante a lei todos sejamos iguais!"

"Se estou condenado à morte, espero que alguém vá ajudar a cuidar do meu pai, minha mãe, minha família, meu filho..."
Ainda de acordo com as conversas de celular transcritas por Yaxue Cao, Cheng Guancheng esta doente e juntamente com sua avó (80) eram mantidos em prisão domiciliar e proibidos de receber visitas. A conversa revela ainda que CGC perdeu um irmão no início deste ano. Também demonstra os efeitos colaterais de se tentar proteger pessoas dos abusos de autoridades na China. CGC e vários parentes suas haviam sido espancado violentamente em situações anteriores, revela a conversa.

Durante o diálogo, aparentemente mais calmo, Kengui comenta que já fazia 1 hora que havia chamado a polícia para prendê-lo mas não haviam dado qualquer sinal. Durante o desabafo Kengui pergunta:
"Será que a China ainda tem lei?"

A seguir: Video gravado nesta sexta (27) em chinês pelo ativista Chen Guancheng após sua fuga. Para conseguir a tradução acesse ao canal do youtube e selecione a tradução do áudio para o idioma de sua preferência.

  

Leave a Reply

Subscribe to Posts | Subscribe to Comments

Estatisticas

Searching this blog

Popular Post

Blog Archive

Facebook

Blog Humans by World Peoples

My photo

O BlogHumans é uma página de internet voltada para os direitos humanos internacionais, cada vez mais necessários nos atormentados dias de hoje. Escrito em vários idiomas, o BlogHumans é composto por diversos colaboradores internacionais. Ativistas, jornalistas e escritores defendem e lutam pelos direitos de todos os povos oprimidos no planeta.  Seja mais um a colaborar ativamente para a evolução deste importante trabalho para a manutenção da dignidasde da raça humana!
http://bloghumans.blogspot.com

Google+ Followers

Send to a Friend

Share |

Support Us, Please?

There was an error in this gadget

Country Counter

Followers

BlogHumans NGO. Powered by Blogger.

- Copyright © Middle East Daily -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -