Translate

Posted by : Middle East Daily Filho March 14, 2012

Trabalhar com os direitos humanos é sempre penoso. Porque? Porque jornalistas, repórteres, escritores, policiais, juízes, advogados, políticos e ativistas precisam ser mortos ao tentar proteger outro ser humano, em sua maioria crianças, mulheres ou civis em um plano geral? Mas no Brasil, um visível esforço para mudar o rumo da situação se mostra louvável:

Por Saulo Valley - Rio de Janeiro, 14 de Março de 2012 - 10h10 (GMT-3)

Atualização 17h56min.

Criticada muitas vezes neste blog, a presidenta Dilma Roussef merece seu louvada por seus esforços sinceros para minimizar a pobreza nacional, bem ao contrário do que atualmente acontece na maioria dos países africanos, asiáticos e até sulamericanos. 

Inicialmente quero dizer que é um absurdo que pessoas que se sacrificam para proteger pessoas, comunidades e até grupo étnicos não sejam reconhecidas profissionalmente e não visualizem muitas oportunidades de sustento. Engraçado ver como as pessoas reagem negativamente quando perguntam minha profissão e digo que trabalho com Direitos Humanos...

A atividade é absurdamente difícil: 
  1. Primeiro você precisa estudar as leis e em seguida culturas, grupos e a situação em que se encontram. 
  2. Em seguida você verifica que autoridades militares ou políticas estão desrespeitando os direitos de determinado grupo ou pessoa. 
  3. No terceiro passo você denuncia o crime para as autoridades militares ou políticas (Na maioria dos casos as mesmas que praticaram ou ordenaram a violação).

Isto não é nenhuma novidade. Em todo o planeta, este é o procedimento, destacando que o Presidente Sírio e assassino Bashar Al-Assad é membro do núcleo de Direitos Humanos da UNICEF... mesmo depois de ter assassinado uma dezena de crianças neste fim de semana e mais de 500 em menos de 12 meses.

#Ver ainda: http://www.onu.org.br/populacao-civil-da-siria-continua-a-sofrer-com-punicao-coletiva-afirma-painel-da-onu/

Mas o Brasil, liderado pela presidenta Dilma Roussef começa a trilhar por caminhos próprios. Partindo da criação da Secretaria Nacional dos Direitos Humanos, liderada não pelos mesmos políticos das cirandas de sempre, mas por pessoas que dedicaram suas vidas para proteger pessoas indefesas, principalmente as crianças, os jovens e as mulheres!

Na prática, a Presidenta criou um departamento oficial de perseguição e caça às autoridades que praticam estes crimes contra os direitos humanos internacionais em âmbito nacional, bem como empresários e pessoas comuns. Ainda abriu espaço para a profissionalização definitiva desta atividade, o que é um marco!

Se proteger pessoas, povos e suas culturas se tornasse uma profissão reconhecida, a corrupção não teria lugar no planeta e as pessoas seriam imensamente felizes em qualquer canto do planeta, não é verdade a minha reflexão?

Desde sempre notou-se a presença de assassinos profissionais no meio das comunidades. Desde sempre, ser soldado é uma profissão rentável, mas nos dias de hoje ainda, proteger e defender civis de crimes massivos, como o caso dos índios na amazônia ou denunciar criminosos massivos como Bashar Al-Assad e George W. Bush dentre outras dezenas de líderes militares e políticos no mundo, é visto com desdém, receio ou mesmo ignorado.

Não há como não valorizar esta iniciativa. Não há como não pedir aos céus para que cada governo tenha a ousadia de criar um departamento similar e dar a eles livre arbítrio para lutar na defesa das populações miseráveis e pobres de seu próprio país. Na prática, as instituições de Direitos Humanos pouco resistem ao tentar proteger pessoas em seus próprios países, devido aos riscos e ameaças.

Mas o Brasil decidiu combater as milícias, o crime organizado e as quadrilhas formadas por políticos, na prática de crimes financeiros contra o Estado. Neste espaço os jovens começam a encontrar oportunidade de trabalho. Para nós, esta oportunidade pode culminar na transfusão das velhas autoridades no poder para as novas gerações, lapidadas no desejo de mudança, respeito e proteção do ser humano.

Obrigado Presidenta Dilma.

                                                                         Saulo Valley

Siga: https://twitter.com/#!/DHumanosBrasil

Atualização 17h56min.

A resposta parece ser uma providência divina.

A luta pelos Direitos Humanos é mesmo uma batalha que tem deixado muitas rebarbas, que por suas vezes tem deixado muitos em grandes apuros. Mas o governo federal foi mais além do que se podia imaginar e criou uma conferência para discutir um plano de proteção aos defensores dos Direitos Humanos. Podem comemorar agora, senhores ativistas, magistrados, jornalistas dentre tantos profissionais dedicados à proteger vidas!

O Seminário, cuja discussão se iniciou no Rio de Janeiro em 05 de Março/2012 por iniciativa da Secretaria de Direitos Humanos da Presidência da república, deverá acontecer nos dias 08, 09 e 10 de Maio na SDH/PR em Brasília

De acordo com o site oficial da Secretaria, o Plano Nacional de Proteção aos Defensores dos Direitos Humanos começou a ser discutido no Rio de Janeiro, passando pela Bahia, Espírito Santo, Pará, Rio Grande do Sul, Minas Gerais, Pernambuco e Ceará.

O Seminário deverá reunir representantes dos governos federal, estadual e a sociedade civil. A Assessoria de Comunicação Social da Secretaria confirmou a presença de Clarissa Rihl Jokowski, a Coordenadora Geral do Programa.

Apesar de parecer novidade vindo à praia, Plano é um Decreto já é previsto na lei desde 12 de Fevereiro de 2007 sob o número 6.044.

Tenho fé de que este programa será diferente do programa de Proteção às Testemunhas, tão criticado nos governos anteriores. Hoje nós vivemos uma nova realidade, o que deve colaborar muito para o cumprimento desta norma.

Parabéns ao Governo Federal.

Fonte: http://www.sdh.gov.br/clientes/sedh/sedh/2012/03/13-mar-2012-seminario-discute-plano-nacional-de-protecao-aos-defensores-dos-direitos-humanos 

Leave a Reply

Subscribe to Posts | Subscribe to Comments

Estatisticas

Searching this blog

Popular Post

Blog Archive

Facebook

Blog Humans by World Peoples

My photo

O BlogHumans é uma página de internet voltada para os direitos humanos internacionais, cada vez mais necessários nos atormentados dias de hoje. Escrito em vários idiomas, o BlogHumans é composto por diversos colaboradores internacionais. Ativistas, jornalistas e escritores defendem e lutam pelos direitos de todos os povos oprimidos no planeta.  Seja mais um a colaborar ativamente para a evolução deste importante trabalho para a manutenção da dignidasde da raça humana!
http://bloghumans.blogspot.com

Google+ Followers

Send to a Friend

Share |

Support Us, Please?

There was an error in this gadget

Country Counter

Followers

BlogHumans NGO. Powered by Blogger.

- Copyright © Middle East Daily -Metrominimalist- Powered by Blogger - Designed by Johanes Djogan -